Vai alugar maquinário? Confira essas 4 dicas antes de fechar negócio

  1. alugar-maquinario

Com o intuito de reduzir custos e tornar o trabalho cada vez mais eficiente, diversas empresas têm optado por alugar a comprar maquinário. A prática já é antiga, principalmente na construção civil e no setor industrial, mas muitos empresários ainda possuem dúvidas e até mesmo alguns receios na hora de partir para a locação de equipamentos. Ao optar por esse serviço, realmente é importante levar em conta algumas pequenas ações para garantir o sucesso da negociação, mas, para isso, basta ficar atento. Quer saber que ações preventivas são essas? Então acompanhe agora mesmo nosso post:

Valide sua opção pelo respaldo do mercado

Escolher uma empresa consolidada no mercado é o passo inicial para que o aluguel dos equipamentos atenda os objetivos esperados e não acabe se transformando em dor de cabeça no futuro. Afinal, contar com maquinários de qualidade, com um bom serviço de manutenção preventiva e corretiva, além de ter os aparatos necessários sempre disponíveis contribui muito para o bom desenvolvimento de suas operações e de sua boa relação com a locadora. Dê um primeiro passo firme e seguro em direção ao sucesso!

Faça uma vistoria e cobre auxílio técnico

Contudo, contar com o serviço de uma companhia especializada e consolidada no mercado não é o único cuidado que se deve ter na hora de alugar um maquinário. Ficar atento à conservação dos equipamentos, saber operá-los e observar a clareza e o cumprimento das cláusulas são atitudes importantes que todo o empresário deve ter nesse momento.

Por isso, quando receber algum equipamento alugado, verifique suas condições e seu estado de conservação antes de aceitá-lo como entregue. Testar esse maquinário é a primeira etapa a ser cumprida, juntamente com a verificação da idade do material, uma vez que equipamentos muito antigos tendem a dar muito problema. Assim, o momento da entrega é crucial, já que sempre há a possibilidade, por um motivo ou por outro, de os equipamentos serem enviados fora das condições previamente acordadas.

Outra atitude importante a ser tomada nesse momento é exigir da empresa de locação que os profissionais que fizeram a entrega dos equipamentos estejam devidamente preparados para treinar sua equipe sobre o manuseio básico das ferramentas. Cobrar esse tipo de posicionamento da sua fornecedora não é errado, só reforça, caso seu pedido seja prontamente atendido, a competência da companhia com quem está negociando.

Verifique a clareza das cláusulas contratuais

Cumprir o contrato é obrigação de ambas as partes envolvidas na negociação, contribuindo para o estabelecimento de um vínculo de confiança entre elas. Portanto, fique atento às cláusula de retirada, de entrega e de devolução dos equipamentos. Saiba onde, como e quando o maquinário será entregue e como serão executadas as etapas seguintes, quando acabar o contrato de prestação de serviço. E, claro, jamais perca as datas e os prazos combinados de vista.

Alguns equipamentos dependem de condições específicas tanto para guardá-los como para transportá-los. Por isso é importante saber muito bem os termos desses transportes e como lidar com essas situações específicas, principalmente se a sua empresa for a responsável pela devolução. Deter as informações necessárias é ter certeza de que os acordos serão cumpridos dentro dos seus termos.

Invista em uma apólice de seguro contra acidentes

Mesmo que a sua empresa seja organizada e siga à risca as normas de utilização e conservação dos equipamentos, acidentes e imprevistos podem acontecer, não é mesmo? Imagine se o equipamento alugado acaba danificado! Para evitar esses problemas, invista sempre em uma apólice de seguro que garanta o ressarcimento do locador em caso de problemas. Em alguns casos, é até possível encontrar no mercado locadoras de maquinários que instruem ou oferecem esse serviço de seguro.

A moral da história é: não vá com muita sede ao pote! Evite alugar mais equipamentos do que precisa. Faça um planejamento, defina os itens de que precisa e os vá solicitando à medida que o negócio demandar. Lembre-se de que os contratos de locações podem ocorrer em vários momentos, inclusive com a extensão de prazos ou solicitando um número maior de maquinários. Por isso, nada de desespero!

Agora comente aqui e nos conte, se for o caso, como foi sua experiência com a locação de equipamentos! Ou é a primeira vez que solicitará esse serviço? Ficou ainda alguma dúvida? Compartilhe suas experiências e seus questionamentos conosco!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *