Supply chain BI e a importância da inteligência na gestão de entregas

  1. supply-chain-bi

A cadeia logística, também conhecida como supply chain, envolve uma série de variáveis que afetam diretamente a operação da empresa, seja positiva ou negativamente. Mas como tudo aquilo que não pode ser medido também não pode ser controlado, é importante pensar em um gerenciamento de supply chain que inclua dados realmente úteis, certo? E é aí que entra o Bussiness Intelligence (BI), reunindo todos os dados e métricas em um só lugar, a fim de transformá-los em informações valiosas por meio de comparações e agrupamentos.

Por essas e outras, o supply chain BI vem se mostrando como uma tendência cada vez mais forte e necessária para as empresas que desejam melhorar suas cadeias logísticas. Pronto para descobrir como o supply chain BI atua na gestão de entregas?

Coletando informações com o supply chain BI

Como saber escolher e usar as métricas certas para a gestão de entregas é fundamental, esse precisa ser o primeiro passo para sua coleta de dados. Se essa etapa é feita isoladamente, entretanto, nem sempre se pode contar com a garantia de uma visão global da situação. Assim, uma métrica que parecia não fazer muito sentido ou que não parecia ser tão útil pode se tornar um poderoso indicador quando combinada com outras.

Por isso, o supply chain BI atua principalmente na coleta de dados internos e externos sobre a cadeia logística, de modo a identificar tendências e, portanto, soluções e melhorias na gestão de entregas. Com o supply chain BI é possível, por exemplo, identificar os custos de entrega e de manutenção, avaliando quais entregas são feitas a tempo e o que pode atrapalhar o processo. Isso sem contar que a opinião e experiência dos clientes são levadas em consideração.

Aumentando a competitividade da empresa

De posse de tantos dados e, principalmente, de informações vitais, é possível que os gestores identifiquem possíveis tendências e problemas, aprendendo, com isso, a adaptar estratégias para que a gestão de entregas se torne mais produtiva. A quantidade de informações reunidas também garante uma melhor tomada de decisões, já que cria uma base sólida de dados e de situações, melhorando a produtividade.

Dessa forma, é possível adaptar rotas, modificar fornecedores diversos ou até desenvolver um método de entregas completamente novo! Com isso a empresa se torna mais eficiente, mais bem-posicionada e competitiva. Além disso, de posse de tantas informações relevantes, a empresa pode sair na frente ao prever necessidades de mercado. Assim, em comparação a um negócio concorrente, que não usa o supply chain BI, a empresa ganha uma enorme vantagem e, muito provavelmente, uma fatia maior do mercado.

Otimizando processos logísticos de entregas

Se o processo logístico de entrega se torna mais barato, mais rápido, mais eficiente e mais competitivo, é sinal mais que evidente de que ocorre também uma otimização completa da gestão de entregas. Por isso, o uso do supply chain BI permite que todo o processo seja melhorado, aumentando, inclusive, a satisfação do cliente final.

Como as informações também apresentam um histórico de dados, é possível manter o acompanhamento e implementar uma melhoria contínua. Com isso, os processos logísticos de entregas se tornam cada vez melhores e mais eficientes, consequentemente consolidando a empresa no mercado.

Viu como a implementação do supply chain BI é fundamental para coletar dados necessários à gestão de entregas? Mas como só a coleta não é o bastante, é preciso transformar esses dados em informações relevantes, possibilitando o desenvolvimento de uma gestão de entregas muito mais eficiente e otimizada.

E você, já conhecia o supply chain BI? Ficou ainda com alguma dúvida sobre o assunto? Comente aqui e compartilhe suas impressões e seus questionamentos conosco!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *