Logística lean: conheça esse novo processo de logística!

  1. logistica-lean-conheca-esse-novo-processo-de-logistica.jpeg

A Logística Lean é caracterizada por enxugar todos os custos, eliminar os processos ineficientes e rever todas as etapas da cadeia de suprimentos de uma empresa sob a perspectiva do quanto cada atividade agrega valor, lucro ou reforça a qualidade do atendimento ao cliente da empresa. Tudo que não contribuir para a proposta de valor da empresa é removido ou substituído.

Atualmente, o termo Lean – traduzido do inglês, significa enxuto – é bastante difundido entre startups, contudo seria um erro considerar que apenas elas podem se beneficiar de maior eficiência, redução de custos e reforço da proposta de valor da empresa. Afinal, o conceito de Logística Enxuta é uma decorrência do Lean Manufactoring, ou produção enxuta, desenvolvido pela Toyota para combater o desperdício na produção industrial.

Neste post, vamos entender explorar quais são os pilares da logística Lean, quais os pontos essenciais para coloca-la em prática e como sua empresa pode se beneficiar dela.

3 pilares da logística lean

O fundamento da logística lean é eliminar todo tipo de atividade ou processo que não adicione valor à percepção do cliente sobre o produto. Ele sustenta que se o cliente não está disposto a pagar por algo, então aquela atividade apenas gera gastos desnecessários para a empresa e rouba o esforço e o tempo que poderiam ser investidos em algo que de fato seja valorizado pelo cliente. Esse fundamento se sustenta em três pilares:

1 – Estoque enxuto

Quanto menor e mais adequado às reais necessidades de produção e de atendimento às demandas de clientes for o seu estoque, menos custos ele irá gerar e menos capital de giro ele irá imobilizar. Logo, o primeiro pilar se fundamenta em dar maior eficiência aos processos de armazenamento e reposição do estoque da empresa.

2 – Processos otimizados

Como aperfeiçoar continuamente os processos relacionados à logística da empresa? Como tornar mais eficiente e eliminar os desperdícios dos processos que vão desde a encomenda de novas matérias-primas até a entrega dos produtos aos seus clientes?

A otimização contínua de processos implica que inovações, novas metodologias de trabalho, treinamento e capacitação de equipes, adoção de novas tecnologias sejam conhecidas e adotadas pela empresa, desde que o investimento agregue valor às ofertas ou ao posicionamento da empresa.

3 – Processos sincronizados

A sincronização dos processos é necessária para evitar retrabalho, prevenir falhas e defeitos e diminuir tempos de espera.

7 itens que devem ser avaliados sob a perspectiva da logística enxuta

Para adotar a logística lean existem 7 itens que devem ser revisados e melhorados para aumentar o lucro da empresa, sua eficiência operacional e sua proposta de valor ao atender seus clientes:

  1. Superlotação: Desde a década de 70, a Toyota, considera que a superlotação é a maior fonte de custos de uma empresa. Por isso, deve ser completamente eliminada.
  2. Materiais: São os mais adequados para a produção?
  3. Produção: Há como reduzir os retrabalhos e melhorar a eficiência da produção?
  4. Estoque: Quais são os níveis realmente necessários para garantir o atendimento das demandas?
  5. Operação: Todas as atividades são necessárias? Quais podem ser eliminadas ou enxugadas para serem executadas em um menor tempo?
  6. Transporte: Poderia ser feito de uma maneira que reduzisse os custos? Qual é o tempo que a frota da empresa não é utilizada e quanto isso impacta no preço dos produtos?
  7. Movimentação: As pessoas precisam se movimentar muito? Os espaços são planejados para que os tempos de deslocamento sejam o menor possível?

Ao adotar a metodologia lean, a área de logística deixa de ser vista como mais uma operação da empresa e passa a contribuir de maneira estratégica com a forma como ela aumenta seu lucro, reduz seus custos operacionais e se posiciona em seu segmento de mercado.

Com a logística lean sua preocupação deixa de ser apenas o estoque, transporte e as operações e passa a ser sobre como o cliente é impactado por suas atividades cotidianas, seja no preço ou na percepção de valor que tem sobre o produto da empresa.

Agora que você conhece um pouco mais sobre a logística lean, acredita que sua empresa pode se beneficiar deste novo processo?

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *