Entenda os benefícios do MDF-e na distribuição de produtos

  1. mdf-e

Se sua empresa está enfrentando dificuldades em relação à gestão dos estoque e à logística dos trabalhos em geral, é preciso tomar providências o mais rapidamente possível para afinar seus processos internos e não perder espaço no mercado, certo? Pois então saiba desde já que uma das melhores soluções para esse tipo de situação é o MDF-e, ferramenta que, sozinha, pode gerar uma série de benefícios para os negócios prestadores de serviços em logística. Isso sem contar que os clientes consequentemente também saem ganhando! Mas você por acaso já ouviu falar sobre o MDF-e? Então o conheça agora mesmo:

O que é esse tal de MDF-e?

Essa sigla significa Manifesto de Documento Fiscal eletrônico. Trata-se de um documento digital com o mesmo valor de vários arquivos impressos usados no transporte de cargas. O MDF-e substitui, por exemplo, o Manifesto de Carga Modelo 25 e a Capa de Lote eletrônica. E por mais que esse documento possa ser novidade para você, ele na verdade foi criado há 5 anos, ainda em 2010!

Qual a importância do MDF-e para as distribuidoras?

O MDF-e traz alguns benefícios que podem criar uma grande vantagem competitiva para as empresas que lidam com serviços logísticos. Em primeiro lugar porque reduz o tempo gasto com a documentação, afinal, como o arquivo é padrão e eletrônico, preenchê-lo e checá-lo é uma tarefa muito mais rápida. No preparo de apontamentos para o embarque de carga ou durante uma fiscalização em um posto rodoviário, por exemplo, os procedimentos envolvendo o MDF-e oferecem um ganho de tempo considerável.

Outra vantagem para as distribuidoras está na maior segurança desse documento eletrônico, afinal, ele não pode ser perdido, danificado ou roubado durante o transporte das cargas. Além disso, uma terceira grande vantagem diz respeito à eliminação do papel do processo, que torna o MDF-e ecologicamente correto e sustentável, reduzindo o desperdício, e ainda ajudando a controlar gastos financeiros com suprimentos de escritório, além de não ocupar espaço.

Qual a importância do MDF-e para o cliente?

Para o cliente — ou seja, a empresa que contrata um serviço logístico para despachar cargas — também existem vantagens, viu? Por meio desse processo, toda vez que o comprador solicita a documentação do embarque à transportadora ou à distribuidora, verifica uma maior agilidade no recebimento, afinal, o arquivo digital pode ser encaminhado facilmente via e-mail, sem perder nada no quesito validade legal.

O MDF-e será obrigatório?

Outro motivo para adotar rapidamente o MDF-e é que essa metodologia será, em breve, obrigatória, sendo que a data de adoção imposta será definida individualmente para cada Estado brasileiro. Portanto, fique atento! Para saber quando o MDF-e se tornará obrigatório em sua região, consulte sempre os comunicados oficiais da sua Secretaria de Estado de Fazenda e já trate de ir se ajustando para facilitar a transição.

O MDF-e, assim como a Nota Fiscal eletrônica (NF-e), é parte de um processo para digitalizar todos os documentos importantes do dia a dia das empresas. Esse movimento reduz o risco de fraudes e ainda permite manter históricos precisos sobre as atividades dos negócios, independentemente de seu ramo de atuação. A verdade é que o processo de transição é mesmo lento, especialmente a princípio, mas logo é superado pela verificação dos benefícios proporcionados, que não demoram a surgir.

E você, já adotou o MDF-e no seu negócio? Compartilhe sua experiência conosco aqui nos comentários! E se a sua empresa está na categoria de clientes, que tal ler este post com dicas valiosíssimas sobre a terceirização? Aprenda a escolher o prestador de serviços logísticos certo para sua indústria!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *