Comprar ou alugar equipamentos: conheça as vantagens de cada caso

  1. comprar-alugar-equipamentos

A palavra logística está cada vez mais abrangente. Além do abastecimento da cadeia de suprimentos, a logística também é sinônimo de bons resultados para os negócios. O planejamento, execução e controle do fluxo e armazenagem devem englobar fatores como tempo, qualidade e custos, mantendo o foco no atendimento ao cliente.

A escolha dos equipamentos utilizados nos processos é fundamental para atingir as metas de qualidade que a logística preza e deve levar em conta os materiais a serem transportados e suas características, os ganhos em todas as etapas e os custos para a empresa. Por isso, a escolha entre ter equipamentos próprios ou alugados é um ponto crítico neste contexto. As duas opções têm vantagens e desvantagens que precisam ser ponderadas cuidadosamente de acordo com as metas dos negócios.

Para facilitar o entendimento, listamos aqui vantagens dos dois lados da moeda para que sua escolha seja a mais acertada. Confira!

Locação / terceirização

O primeiro ponto a ser considerado é que a empresa passa a ficar focada apenas em sua área de atuação, investindo seus recursos na atividade essencial de sua existência. Ao entregar atividades logísticas de equipamentos aos prestadores de serviços do segmento os colaboradores podem, com maior habilidade e conhecimento, aperfeiçoar suas operações com economia.

No Brasil, 60% dos custos logísticos são compostos com transportes, o que acaba afetando os preços dos produtos, pontualidade e condições de entrega do destino, bem como a satisfação do cliente.

Outra vantagem é que os custos com manutenção – que deve ser planejada periodicamente para que os equipamentos estejam em bom estado e não deixem o cliente na mão – ficam a cargo do fornecedor. Se a máquina quebrar, é imediatamente reposta e a empresa não precisa ter em estoque peças de reposição. Equipamentos obsoletos não se transformam em prejuízo para a empresa. Outro aspecto muito importante é que com a locação/terceirização não há perda do capital investido por depreciação.

Equipamentos próprios

Comprar é bem vantajoso principalmente quando se tem a necessidade de um número baixo de equipamentos. Nesse caso é possível terceirizar apenas os processos de manutenção preventiva e corretiva, gerando um baixo custo operacional. A máquina passa a ser um bem da empresa, que não depende de fornecedores e suas disponibilidades, podendo até ser vendida quando for conveniente.

Além disso, com máquinas próprias não há um custo mensal fixo, o que em períodos de baixa demanda é importante para diminuir os gastos com equipamentos até que o mercado volte ao normal. Na locação isso não é possível, pois os contratos normalmente possuem cláusula de multa vinculada a um período mínimo. No caso de caminhões para transporte próprio, não há perda de tempo com negociação de preços de fretes.

Comparar preços dos equipamentos e os das empresas de locação deve ser uma atitude habitual antes da tomada de decisão. Certifique-se que a escolha é a mais econômica e vantajosa para a empresa pensando em médio e longo prazos. Considere também a necessidade de atualização do maquinário, pois tudo o que é ativo da empresa está sujeito à depreciação.

Tem alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário e acompanhe nosso blog para mais informações!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *